Logo

 

 
 

Sessão de Lançamento da Obra: “O Devir da Lusofonia”

 

Na passada segunda-feira, dia 18 de novembro de 2019, a Associação de Futebol do Porto teve o privilégio de acolher no seu auditório a sessão de lançamento da obra "O Devir da Lusofonia", da autoria de Isabelle de Oliveira.

 

Contando com a presença de três centenas de convidados, a cerimónia contou com intervenções de várias personalidades, como o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo; a antiga candidata presidencial Maria de Belém; o provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Tavares; o diretor da RTP África, José Arantes; o Secretário-Geral da UCCLA (União das Cidades Capitais Luso-Afro-Américo-Asiáticas), Vítor Ramalho; e o administrador da Universidade Lusófona, Rui Albuquerque. Impossibilitados de comparecerem à cerimónia, destaque ainda para as mensagens difundidas ao longo da noite do jornalista e escritor, autor do prefácio da obra, José Rodrigues dos Santos, e do filósofo e professor, Manuel Sérgio.

 

Entre os convidados, assinale-se ainda a presença do deputado e vice-presidente da bancada parlamentar do Partido Socialista, João Paulo Correia; vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro; major Valentim Loureiro; reitores do ISMAI e da Universidade Fernando Pessoa, Domingos Oliveira Silva e Salvato Trigo, respetivamente; representantes das Forças de Segurança Pública; magistrados; presidentes e vereadores de Câmaras Municipais; médicos e presidentes de Associações e Clubes, dirigentes desportivos, árbitros e vários atletas.

 

O presidente da Associação de Futebol do Porto, José Lourenço Pinto, autor do posfácio da obra, como anfitrião, fez questão de afirmar que quando “está em causa a valorização da cultura portuguesa, em particular da nossa querida língua, tão importante, quer de um ponto de vista puramente linguístico, porque é o idioma de toda a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, quer porque se trata de um património comum que vários povos criaram, que os letrados estudaram, que os séculos enobreceram e tantas mulheres e tantos homens expandiram e imortalizaram por todo o mundo, não há como não querer acolher tal iniciativa”, sustentando que “todos nós, como cidadãos do mundo lusófono, temos um papel importante a desempenhar na defesa da língua portuguesa”.

 

Como convidados especiais e de honra também intervieram nesta sessão a prestigiada socióloga, Sabah Abouessalam Morin, e um dos maiores pensadores contemporâneos, Edgar Morin. Autor do preâmbulo da obra, o filósofo e sociólogo francês, além de enaltecer a autora do livro, revelando que Isabelle de Oliveira tem dado um importante contributo para a lusofonia, defendeu a riqueza da multiculturalidade e criticou o papel do inglês como uma "língua universal que perde o sabor" em troca do valor para o mercado. Após a sua brilhante exposição, Edgar Morin foi ovacionado de pé por todos os presentes, como reconhecimento de uma carreira notável ao serviço da cultura mundial.

 

Por fim, a autora da obra, Isabelle de Oliveira, emocionada e grata pelas palavras de felicitação que foi recebendo ao longo da cerimónia, elogiou os portugueses de mérito que tiveram sucesso fora do País e assegurou que continuará a lutar pela lusofonia e francofonia. No último capítulo da sua obra, Isabelle de Oliveira, apresenta diversas propostas de ação em prol da Lusofonia, passando uma dela pelo desporto que, segundo a autora, “tem desempenhado desde sempre um papel revelador importante para nós e para os outros, interligando-nos, incentivando-nos a superar metas, não apenas a nível pessoal, mas também fronteiras, barreiras físicas, psicológicas e culturais”. Constituindo-se como um “fator de reunião e reconciliação”, o desporto tem igualmente dado um “contributo crescente para o desenvolvimento e para a paz, através da tolerância e respeito que preconiza, para a emancipação das mulheres e dos jovens, do indivíduo e da coletividade, e para a consecução dos objetivos da saúde, ensino e inclusão social”, defendeu a Presidente do Instituto do Mundo Lusófono em Paris.

 

Aproveitamos para agradecer a presença de todos os que se associaram a este evento, o qual muito contribuiu para enriquecer a já centenária história da nossa Associação.

 

A Direção da A.F. Porto

2019-11-20